parceiro

Estamos em dificuldades financeiras e, por causa disso, só brigo com meu marido/esposa. Não sei o que fazer.

A maneira como você lida com esse estresse pode causar impactos no relacionamento. É preciso parar para ver o que estamos fazendo diante de situações como, por exemplo, a compra de alguma coisa considerada supérflua pelo parceiro. Você pode se sentir menos amada quando vê seu parceiro comprando algo que não seria necessário.

Uma alternativa é não apontar o outro como culpado de alguma coisa. Apenas mostre como se sente. Fale sobre o medo que tem em relação a toda essa dificuldade financeira. Precisa compartilhar exatamente o que sente, expor os sentimentos.

Tome essa postura porque para o homem é mais difícil já que culturalmente eles são ensinados a não demonstrar os sentimentos.

Não consigo conversar com meu marido/esposa. Ele sempre está distante, como me conectar?

Todo casal tem uma dança, um ciclo. Ha momentos que o casal esta totalmente sintonizado um com o outro, como num tango. Não existe um roteiro, é a sintonia com o parceiro que determina o próximo passo. Se não estivermos na sintonia, podemos pisar no pé do parceiro e nos desconectarmos.

Todo casal tem esses momentos, mas precisamos de ter habilidade para reparar essa desconexão

Só reclamar e mostrar que o parceiro não faz aquilo que você espera não é a melhor coisa a fazer. Isso pode fazer com que ele se feche e se retire mais ainda. Essa é a alternativa que ele encontra para aliviar o estresse emocional. Você ouve o parceiro ou só critica?

Por isso é importante se auto avaliar. Você é acessível ao seu parceiro? É fácil para ele te acessar? Ele encontra espaço para falar sobre os próprios sentimentos?

Sempre quando uma das pessoas do casal enfrenta problemas, ela envia sinais para o parceiro. Você consegue perceber esses sinais?

Um bom começo é falar que está difícil conversar. Peça ajuda para saber o que faz com que ele se feche. Esse é um passo difícil, mas pode ajudar a achar um caminho. Quando estiver ouvindo, tenha a mente e coração abertos para ouvir o lado dele. Você coloca de lado a sua posição, qualquer tipo de julgamento. Seja humilde para ver que tem coisas a serem aprendidas. Deixe que as palavras entrem e tenham impacto em sua vida. Isso é reconhecer que ele também tem razão.

Esse é um processo lento, não tente fazer isso rápido. Isso demonstra respeito pela realidade dele.