"workaholic" uma pessoa viciada em trabalhoVocê as vezes sente que o seu marido ou namorado nunca tem tempo para você?  Ele está sempre trabalhando mais horas e passa menos tempo em casa?  O seu parceiro está sempre exausto quando te vê?

Se você respondeu sim a estas perguntas, você provavelmente está em um relacionamento com um “workaholic,” uma pessoa viciada em trabalho.  A vocação é a vida do workaholic.  Esta pessoa pode estar casada, geralmente com filhos, mas é obsecada na carreira.  Ele não entende porque a sua esposa não esta feliz com suas realizações e as coisas que ele está provendo à familia.  Mas para o workaholic, o foco do trabalho não é o dinheiro e sim uma busca para fazer sentido da vida.  A sua vida sempre está  sempre desequilibrada.

Para entender o seu parceiro, é importante entender a necessidade interior que está motivando o seu comportamento.  Estas são as 3 necessidades de pessoas que são viciadas em trabalho:

1. Necessidade de significado.  Muitos workaholics sofrem de um profundo sentimento de inferioridade.  Este sentimento tem uma raiz na infância quando os pais transmitiam um mensagem, “Você não é tão inteligente quanto o seu irmão.  Você não é bom como sua irmã.”  O trabalho é uma tentativa de superar este sentimento de inferioridade.

2. Necessidade de ser amado.  Muitos workaholics não se sentem amados.  As mensagens que eles receberam de seus pais foram, “Nos te amamos se você tira A’s.  Nos te amamos se você arrumar a sua cama e lavar a louça.”  O amor conditional prepara a criança para se tornar um adulto viciado em trabalho.

3. Necessidade de realização.  O workaholic acredita que a melhor maneira de se realizar é buscar a carreira com paixão, ser bem-sucedido financeira, uma casa grande e ter um bom carro.  O viciado em trabalho está constantemente buscando significação em lugares errados.

Se o seu parceiro é um workaholic, é importante mudar a sua atitude negativa a respeito do seu comportamento para entender melhor as suas necessidades internas que estão dirigindo o comportamento dele.  Quando você é capaz de mudar a sua própria maneira de ver a situação, você então será capaz de ver uma alternativa positiva e deixar que a ferramenta do amor possa mudar o relacionamento.

 

The following two tabs change content below.

Marta Rocha

About the Author: Marta Rocha is a Mental Health Counselor. Marta is fluent in Portuguese, Spanish and English. Marta Rocha is specialized in the areas of Marriage Counseling, Family Issues, Stress Management, Leadership Training, Anxiety, Depression, Sports Psychology, Grief, and Substance Abuse & Addictions. Marta Rocha has 12 years of experience in sales & marketing, advertising, promotions, management, and professional development. Her professional affiliations are with the American Counseling Association, and the American Association of Christian Counselors.

Latest posts by Marta Rocha (see all)