4 Coisas que Você Deve Saber Antes De Se Casar

Home/Blog, Marriage, Portuguese Counseling/4 Coisas que Você Deve Saber Antes De Se Casar

4 Coisas que Você Deve Saber Antes De Se Casar

O casamento real acontecerá no dia 29 de Abril. Na internet, na TV podemos ver notícias e mais notícias sobre o casamento. Queremos saber sobre a o local do casamento, quem são as pessoas convidadas, o que a Kate Middleton vai vestir. Este é o conto de fadas que todas as meninas querem ver. Toda menina lê contos de fadas onde o príncipe salva a mulher, e quando ela cresce, a mesma mensagem é reforçada através de comédias românticas, onde o amor vence todas as coisas. As mulheres aprendem que o amor é suficiente para fazer tudo funcionar.

Nós gastamos muito tempo planejando o dia do casamento, as flores, o local, a comida, e tudo mais que faz parte da cerimônia. A febre do casamento é hoje uma industria de US $ 40 bilhões por ano. Shows sobre casamento na TV colocam mais pressão nos detalhes do casamento do que na relação. Nós gastamos mais tempo se preparando para o dia do casamento do que se preparando para viver o resto de nossas vidas juntos.

O erro número 1 que cometemos é acreditar que vamos construir um relacionamento sólido por estarmos apaixonados um pelo outro. Estar apaixonado é uma experiência emocional e obsessiva. Emoções mudam com o tempo, e obsessões se desaparecem. Varias pesquisas mostram que o tempo de vida do estao de  “paixão” e  “obsessão” é de dois anos. Para alguns, talvez seja um pouco mais, para outros casais um pouco menos. Depois de sair do estado de paixão, as nossas diferenças começam a surgir. A experiência de paixão se esgota, e nesse ponto querem se retirar, divorciar, se separar, e  então eles partem em busca de uma experiência de “paixão nova.

Voc ê gostaria de estabelecer uma forte fundação para o seu relacionamento? E se você esta casado por um tempo,  você gostaria de melhorar e enriquecer o relacionamento com seu cônjuge? Estas são as 4 coisas principais que você deve saber para garantir um casamento duradouro de amor.

1. Você Deve Saber Como Resolver as Divergências. Ninguém nos avisou que os conflitos fazem parte de cada casamento. Não há casais que não entram em conflito, por uma razão muito simples – nós somos indivíduos únicos. Temos desejos diferentes, diferentes gostos e desgostos, e diferentes coisas que irritam e nos agradam. Temos que aceitar a realidade de que teremos conflitos. Os conflitos não são um sinal de que você se casou com a pessoa errada – apenas uma confirmação de que seu parceiro é humano. A coisa chave em desacordo é aprender a ouvir um ao outro. Crie tempo para ouvir o seu parceiro. Em seguida, repita novamente o que você ouviu o seu parceiro dizer. Então compartilhe seu pensamento e permita que o seu parceiro repita o que você disse. Este exercício cria uma atmosfera de amizade e você está preparando o cenário para a resolução de problemas.

Depois de ter ouvir e afirmar idéias uns dos outros, você agora está pronto para buscar uma solução para o conflito. Encontrar a solução significa “ceder”. Seguem-se três abordagens para resolução:

Encontro no Meio. Você pode encontrar um lugar de encontro ao concordar com uma parte do que cada um de vocês desejam, enquanto cada um de vocês também sacrifica um pouco.

“Reunião do Seu Lado.” Isto significa que, depois de ouvir umas às outras idéias e sentimentos, um de vocês decide que, nesta ocasião, é melhor fazer o que o outro tem em mente.

“Reunião Posterior.” Esta abordagem diz: “No momento, eu não sou capaz de concordar com sua idéia, e eu não vejo um lugar para se encontrar no meio. Podemos apenas concordar que para o momento, não estamos de acordo sobre este assunto? E vamos discuti-la novamente em uma semana ou mês, e procurar uma solução. Entretanto, vamos amar uns aos outros, apreciar o outro, e apoiar uns aos outros. Depois de um tempo, as coisas podem parecer diferentes ou novas possibilidades podem vir à mente.

2. Você Tem Que Discutir Finanças e Desenvolver um Plano Financeiro. A primeira pedra para a fundação está a concordar que depois do casamento, ele deixará de ser “o meu dinheiro”, e “seu dinheiro”, mas “o nosso dinheiro.” Juntos, vocês têm a responsabilidade de desenvolver um plano para pagar suas dívidas. Se você não estiver pronto para compartilhar sua vida financeira, você não está pronto para o casamento.O próximo passo no desenvolvimento de um plano financeiro que é concodar em uma porcentagem da renda que você vai economizar, doar, e gastar. Uma fórmula simples que você pode usar é 10-10-80. Você pode concordar com a poupar 10 por cento de sua renda combinada, 10 por cento para a caridade, e 80 por cento pode ser dividido entre o aluguel, conta de luz, seguros, alimentação, vestuário, transporte, medicina, etc.

3. Você Precisa Saber que Satisfação Sexual Mútua Não Acontece Automaticamente. Você provavelmente nunca antecipou problemas nesta área. Você acredita que vocês dois têm um elevado nível de atração sexual para cada um. O que mais você precisa? Você pensou que esta parte do casamento ia ser o paraíso para os dois. Após o casamento, você descobre que aquilo que é o paraíso para um pode ser um inferno para o outro. Quanto é que realmente sabemos sobre a sexualidade masculina e feminina?

Enquanto os homens tendem a se concentrar na relação sexual, as mulheres se concentram em relacionamento. Se vocês dois estão brigando e discutindo, a mulher vai achar muito difícil estar interessada em sexo. Os homens pensam que as relações vão resolver todos os problemas. Uma mulher pode dizer: “Ele fala para mim com raiva intensa, e 30 minutos depois, ele diz que está arrependido e pede se podemos fazer amor.” Para as mulheres o sexo começa na cozinha, não no quarto. Se ele fala a linguagem do amor dela, ela é muito mais aberta a relações sexuais.

Além disso, você deve saber que as preliminaries, “foreplay,” são mais importantes do que o ato de relação sexual para a maioria das mulheres. São os toques suaves e beijos do foreplay que trazê-la ao ponto de desejar o sexo. Sem suficiente foreplay, a mulher pode sentir-se violada. E o sexo é mais do que a relação sexual. O sexo é uma experiência de intimidade. É a união de corpo, alma e espírito.

Finalmente, a comunicação é a chave que destranca a satisfação sexual.  A única maneira que podemos aprender o que é prazeroso para o outro é ouvindo como eles começam a falar. Não somos leitores de mente! Pergunte: “O que posso fazer ou não fazer para melhor a parte sexual do nosso relacionamento?”

4. Você Precisa Entender Que Você Está Casando Com Toda a Família.Se você acha que depois do casamento será apenas vocês dois, você está errado. Você está se casando com toda a família, para melhor ou para pior. Quando nos casamos, nos tornamos parte de uma família. E a vida será muito mais fácil se nós podemos ter uma relação positiva com esta família. Seu relacionamento com cada um destes indivíduos depende das oportunidades que você tem de interagir com eles. Tire um tempo para ouvir a família, aprender a negociar e  aprender as línguagem de amor da família.

Referência: Chapman, G. (2010). Things I Wish I’d Known Before We Got Married.  Northfield Publishing, Chicago, Il.

 

 

 

The following two tabs change content below.

Marta Rocha

About the Author: Marta Rocha is a Mental Health Counselor. Marta is fluent in Portuguese, Spanish and English. Marta Rocha is specialized in the areas of Marriage Counseling, Family Issues, Stress Management, Leadership Training, Anxiety, Depression, Sports Psychology, Grief, and Substance Abuse & Addictions. Marta Rocha has 12 years of experience in sales & marketing, advertising, promotions, management, and professional development. Her professional affiliations are with the American Counseling Association, and the American Association of Christian Counselors.

Latest posts by Marta Rocha (see all)

About the Author:

About the Author: Marta Rocha is a Mental Health Counselor. Marta is fluent in Portuguese, Spanish and English. Marta Rocha is specialized in the areas of Marriage Counseling, Family Issues, Stress Management, Leadership Training, Anxiety, Depression, Sports Psychology, Grief, and Substance Abuse & Addictions. Marta Rocha has 12 years of experience in sales & marketing, advertising, promotions, management, and professional development. Her professional affiliations are with the American Counseling Association, and the American Association of Christian Counselors.

Leave A Comment